• 1
  • 2
  • 3
  • 4
Construtora das rampas vence mais quatro licitações na Prefeitura de Cornélio.

Construtora das rampas vence mais quatro licitações na Prefeitura de Cornélio.

A Hana Julia Construtora Ltda, de Cornélio Procópio, mesmo com todas as dificuldades para construir as rampas de acessibilidade nas calçadas, vai "encarar" mais obras na cidade. Verba se aproxima de R$500 mil. O prefeito Fred Alves (PSC) anunciou no inicio da noite desta terça-feira, uma série de obras para o município. Acompanhado do diretor de Licitações da prefeitura, Edmar Calovi, o prefeito assinou as licitações que autorizam a construção e a execução reformas em vários postos de saúde e também no Estádio Ubirajara Medeiros. Entre as sete obras licitadas e anunciadas pelo prefeito Fred, a empresa Hanna Julia Construtora, venceu quatro. As demais obras, foram vencidas; uma pela empresa Tekenge e...

Presos todos os acusados do assalto e sequestro do casal de moradores do Jardim Estoril

Presos todos os acusados do assalto e sequestro do casal de moradores do Jardim Estoril

Foram presos na quarta feira (23), José Carlos de Souza, 28 e Guilherme Augusto Bernardo, 19. Eles são acusados de pertencerem ao grupo que invadiu durante a madrugada, uma residência no Jardim Estoril, bairro nobre de Cornélio Procópio e sequestrou o casal de moradores, que foram levados para região de Ibiporã, onde foram amarrados, agredidos e depois abandonados em um matagal. A intensão dos meliantes era roubar a pick VW/Amarok do proprietário da casa e levá-la até o Paraguai, segundo informou a polícia. No início da manhã, Otávio Augusto Matias Silvério, 19 (irmão de José Carlos) e Guilherme de Campos de Barossi, 20, que também teriam participado do assalto, já haviam sido...

Sempre mais do mesmo! Rampas de acessibilidade recém construídas voltam a provocar queixas na cidade

Sempre mais do mesmo! Rampas de acessibilidade recém construídas voltam a provocar queixas…

Xv de Novembro com Minas Gerais Mesmo depois de toda a "novela",  diga-se de passagem, não vale a pena ver de novo, sobre a empresa vencedora da licitação,  para a construção de rampas de acessibilidade nas calçadas em Cornélio, ainda hoje, verificamos problemas com algumas delas. Um de nossos internautas verificou em duas situações, rampas recém construídas e em estado absolutamente inadequado. Uma delas na Avenida XV de Novembro esquina com Minas Gerais. A rampa foi destruída, não se tem idéia do que possa ter acontecido. Alguns afirmam ser os veículos que invadem a rampa. Outros dizem que a rampa invadiu a rua. A verdade é que,  existe um estado de inacessibilidade completo...

Selo pode aquecer a política pública a favor de crianças e adolescentes em Cornélio

Selo pode aquecer a política pública a favor de crianças e adolescentes em Cornélio

Os vereadores, Fernando Pepes (PMDB), Rafael Haddad(PDT) e Angélica Olshanesk(PSDB), pretendem implantar o Selo "Empresa Amiga da Criança e do Adolescente" a partir deste ano. Se aprovado pela maioria dos vereadores e sancionado pelo prefeito, o projeto de lei nº 12/2014, apresentado nesta terça feira(22), deverá instituir o selo com o objetivo de promover empresas e pessoas físicas, com o título "Benemérito" de colaborador com a política pública a favor da criança e do adolescente. A iniciativa visa criar oportunidades para que empresas e pessoas físicas, façam investimentos em políticas públicas,  que possam favorecer crianças e adolescentes da cidade. O objetivo do selo, segundo seu parágrafo único, é divulgar e estimular a...

Escrito por Publicado em BLOG

fred convenios

A Hana Julia Construtora Ltda, de Cornélio Procópio, mesmo com todas as dificuldades para construir as rampas de acessibilidade nas calçadas, vai "encarar" mais obras na cidade. Verba se aproxima de R$500 mil.

O prefeito Fred Alves (PSC) anunciou no inicio da noite desta terça-feira, uma série de obras para o município. Acompanhado do diretor de Licitações da prefeitura, Edmar Calovi, o prefeito assinou as licitações que autorizam a construção e a execução reformas em vários postos de saúde e também no Estádio Ubirajara Medeiros.

Entre as sete obras licitadas e anunciadas pelo prefeito Fred, a empresa Hanna Julia Construtora, venceu quatro. As demais obras, foram vencidas; uma pela empresa Tekenge e Construções Ltda, e duas licitações vencidas pela Santana e Medeiros Ltda.

A curiosidade dos internautas sobre o anúncio, vem ao encontro de muitas dúvidas sobre a empresa Hana Julia Constritora LTDA.

De contrato assinado com o município, desde agosto do ano passado, a construtora ainda não conseguiu dar conta de executar nem a metade das 500 rampas para acessibilidade no município no qual reza o contrato. E algumas delas terão que ser refeitas pois já apresentam problemas, como mostra a matéria anterior neste blog.(click aqui e reveja matéria).

Além disto, os questionamento que fizemos sobre a empresa não estar registrada no Crea, Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura, levantaram muitas dúvidas, até mesmo de alguns vereadores. A prefeitura na oportunidade lançou nota oficial explicando, que naquela oportunidade, não haveria necessidade de tal requisito.(click aqui e reveja matéria) pois a empresa estaria realizando serviços pequenos, não sendo necessário a presença de engenheiro, ou mesmo registro no Crea.

Mas agora, com este montante de obras sob sua responsabilidade, a população procura saber se a empresa conseguirá vencer a demanda.

Informações dão conta, que tão logo foi denunciada pelo blog, a empresa, até então sem engenheiro para assinar suas obras, correu e registrou um profissional da categoria no CAU, Conselho de Arquitetura e Urbanismo. Coincidentemente o quesito necessário para a execução de tais reformas.  Será que ela previu que ganharia tais concorrências?

A empresa estará diante de mais de R$500 mil reais em dinheiro público,  oriundos dos impostos dos contribuintes procopenses,  e vai  tocar 4 reformas importantes. Torcemos para que esta empresa se organize melhor,  e faça um trabalho diferente do que fez até agora, referente a construção de rampas nas ruas da cidade.(click aqui e reveja outra matéria sobre o caso)

Veja o detalhamento das obras anunciadas e suas respectivas empresas vencedoras:

Construção do Posto de saúde do Jardim Pérola, no valor de R$ 494.165,19. A empresa vencedora foi a Tekenge e Construção Ltda, de Londrina.

Construção do Posto de saúde do Jardim Primavera, no valor de R$ 494.000,00. A empresa vencedora foi a Santana e Medeiros Ltda ME, de Cornélio Procópio.

Ampliação do Posto de saúde do Jardim Progresso, no valor de R$ 119.028,25. Esta ampliação será executada pela empresa Santana e Medeiros Ltda ME, de Cornélio Procópio.

Ampliação do Posto de saúde da Vila Santa Terezinha, no valor de R$ 48.300,00. A obra será executada pela empresa Hana Julia Construtora Ltda, de Cornélio Procópio.

Reforma do Posto de Saúde Central, valor de R$ 183.987,14. A obra será executada pela empresa Hana Julia Construtora Ltda, de Cornélio Procópio.

Reforma do Posto de Saúde da Vila Independência,valor R$ 54.223,21,empresa vencedora Hana Júlia Construtora Ltda, de Cornélio Procópio.

Reforma e modernização do Estádio Ubirajara Medeiros, valor de R$ 226.006,04 e a empresa vencedora foi a Hana Julia Construtora Ltda, de Cornélio Procópio.

Fonte: Assessoria de Comunicação(Prefeitura de Cornélio Procópio) 

Submit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to Twitter
Escrito por Publicado em BLOG

acusados23

Foram presos na quarta feira (23), José Carlos de Souza, 28 e Guilherme Augusto Bernardo, 19. Eles são acusados de pertencerem ao grupo que invadiu durante a madrugada, uma residência no Jardim Estoril, bairro nobre de Cornélio Procópio e sequestrou o casal de moradores, que foram levados para região de Ibiporã, onde foram amarrados, agredidos e depois abandonados em um matagal.

A intensão dos meliantes era roubar a pick VW/Amarok do proprietário da casa e levá-la até o Paraguai, segundo informou a polícia.

No início da manhã, Otávio Augusto Matias Silvério, 19 (irmão de José Carlos) e Guilherme de Campos de Barossi, 20, que também teriam participado do assalto, já haviam sido presos por soldados do serviço reservado da P2 da Polícia Militar de Londrina, na região de Arapongas durante fuga com um veículo Honda Fit, que acabou danificando um pedágio.

De acordo com Alysson Henrique de Souza, delegado chefe da 11º SDP de Cornélio Procópio, José Carlos foi preso ainda pela manhã tentando enganar a polícia, quando foi até a delegacia por volta das 10h, para dar queixa do roubo do seu carro, um Honda Fit e mal sabia ele que seu irmão já tinha confessado a participação dele no crime, "caindo assim do cavalo", ironizou o delegado chefe.

Guilherme foi detido por volta das 15h em sua casa, escondido em seu quarto, após a polícia receber uma denúncia anônima informando o seu paradeiro.

O delegado espera ainda recuperar um Iphone e um anel de ouro que foram roubados da casa, que não foram encontrados com os acusados, mas outros objetos de valor e a pick VW/Amarok que foi abandonada em uma rodovia na cidade de Jandaia do Sul foi devolvida ao proprietário.

Este foi mais um trabalho brilhante realizado pelas Polícias Civil e Militar, que em menos de 12 horas terminou com todos os acusados na cadeia e os objetos roubados devolvidos para as vítimas.

(Reportagem e imagens de Bruno Izidoro)

Via Anuncifacil

Vejam os acusados com as fotos de Paulo Ribeiro

(Camerareporter)

acusado 01

acusado02

acusado 03

acusado 04

Fotos site www.camerareporter.com.br (Paulo Ribeiro)

Submit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to Twitter
Escrito por Publicado em BLOG

20140422 153217

Xv de Novembro com Minas Gerais

Mesmo depois de toda a "novela",  diga-se de passagem, não vale a pena ver de novo, sobre a empresa vencedora da licitação,  para a construção de rampas de acessibilidade nas calçadas em Cornélio, ainda hoje, verificamos problemas com algumas delas.

Um de nossos internautas verificou em duas situações, rampas recém construídas e em estado absolutamente inadequado.

20140422 153229

Uma delas na Avenida XV de Novembro esquina com Minas Gerais. A rampa foi destruída, não se tem idéia do que possa ter acontecido. Alguns afirmam ser os veículos que invadem a rampa. Outros dizem que a rampa invadiu a rua. A verdade é que,  existe um estado de inacessibilidade completo no local,  revelando até as grades de ferro da construção. Impossível de ser utilizada por um cadeirante.

20140415 113200

Outra situação,  foi verificada na Avenida Paraíba com Marechal Deodoro(Centro). Em uma das calçadas,  a rampa de acessibilidade está com um enorme desnível. Capaz de fazer com que qualquer pedestre possa se acidentar. Inimaginável para o trânsito ou acesso de um cadeirante.

20140415 113207

Do outro lado da rua, a surpresa: nenhum rampa. Isto mesmo, não existe rampa que liga uma calçada na outra.

20140415 113310

O que existe na verdade, é uma prova real da indiferença da Prefeitura Municipal com as pessoas portadoras problemas especiais e dificuldades na cidade.

 

Submit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to Twitter
Escrito por Publicado em BLOG

camara-de-vereadores-de-cornelio-encerra-periodo-com-saldo-positivo-610x225

Os vereadores, Fernando Pepes (PMDB), Rafael Haddad(PDT) e Angélica Olshanesk(PSDB), pretendem implantar o Selo "Empresa Amiga da Criança e do Adolescente" a partir deste ano.

Se aprovado pela maioria dos vereadores e sancionado pelo prefeito, o projeto de lei nº 12/2014, apresentado nesta terça feira(22), deverá instituir o selo com o objetivo de promover empresas e pessoas físicas, com o título "Benemérito" de colaborador com a política pública a favor da criança e do adolescente.

A iniciativa visa criar oportunidades para que empresas e pessoas físicas, façam investimentos em políticas públicas,  que possam favorecer crianças e adolescentes da cidade. O objetivo do selo, segundo seu parágrafo único, é divulgar e estimular a participação de empresas e de pessoas físicas que venham a propiciar projetos sociais destinados às crianças e aos adolescentes em Cornélio Procópio.

Para a concessão do selo e do título benemérito, os colaboradores deverão desenvolver ações em benefício de crianças e adolescentes, consistente na doação ao Fundo da Infância e Adolescência do Município, do valor mínimo anual definido por resolução do Conselho Municipal dos Direitos da Criança.

Segundo o vereador Fernando, uma das boas iniciativas do projeto é que,  tanto as empresas,  quanto as pessoas físicas,  poderão direcionar parte do imposto de renda para este fundo. Com isto, além de serem beneficiadas com o selo e o título, ainda vêm o seu dinheiro aplicado em políticas públicas locais, auxiliando crianças e adolescentes do município.

Se ainicitiva for aprovada, o selo e o título, serão outorgados em ato solene,  especialmente convocado para este fim, na primeira quinzena do mês de outubro, pela Prefeitura do Município,  na presença dos membros da Câmara Municipal e dos integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Além de uma bela honraria, o portador do título, poderá exibir o selo em sua casa para seus filho, ou mesmo em sua empresa ou firma, e com isto atrair muitos simpatizantes na luta para um melhor futuro da cidade.

Submit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to Twitter
Escrito por Publicado em BLOG

arnaldo jabor 2

Tudo vai explodir em 2015, o ano da verdade feia de ver. O mal que essa gente faz ao país talvez demore muitos anos para se reverter

Nunca vi o Brasil tão esculhambado como hoje. Perdoem a palavra grosseira, mas não há outra para nos descrever. Já vi muito caos no país, desde o suicídio de Getúlio até o porre do Jânio Quadros largando o poder, vi a morte de Tancredo na hora de tomar posse, vi o país entregue ao Sarney, amante dos militares. Vi o fracasso do plano Cruzado, vi o escândalo do governo Collor, como uma maquete suja de nossos erros tradicionais, já vi a inflação a 80% num só mês, vi coisas que sempre nos deram a sensação fatalista de que a vaca iria docemente para o brejo, de que o Brasil sempre seria um país do futuro. Eu já senti aquele vento mórbido do atraso, o miasma que nos acompanha desde a Colônia, mas nunca vi o país assim. Parece uma calamidade pública sem bombeiros, parece um terremoto ignorado. Por que será? É óbvio que não é apenas o maluco governo do PT, mas também as marolas que ele espalha, os nós frouxos de uma política inédita no país que nem atam nem desatam.

Tudo vai muito além da tradicional incompetência que sempre tivemos. Dá até saudades. A incompetência de agora é ramificada, "risômica", em teia, destrutiva, uma constelação de erros óbvios que eu nunca tinha visto.

No dia a dia, só vemos fracassos, obras que não terminam, maquiagem de números, roubalheiras infinitas e danosas, vemos o adiamento de tudo por causa das eleições. Tudo vai explodir em 2015, o ano da verdade feia de ver. O mal que essa gente faz ao país talvez demore muitos anos para se reverter.

Mas, aqui, não quero falar de corrupção, burocracia, clientelismo e outras mazelas. Como é o rationale que usam para justificar o desmembramento do país que estão a executar? Quais são as principais neuroses da velha cabeça da esquerda, suas doenças infantis, etc.?

Interessa ver o mapa do inconsciente petista. Interessa ver a incompetência dessa gente que conheço desde a adolescência, quando participava das infindáveis reuniões políticas para "mudar" o país —muito cigarro e a sensação de viver uma "missão profunda". As discussões sem fim: "questão de ordem, companheiro!", "o companheiro está numa posição revisionista" ou "a companheira está sendo sectária em não querer dar para mim".

Os fins eram magníficos, os diagnósticos tinham pontos corretos, mas no fim das madrugadas, alguém perguntava: "O que fazer?" (como queria Lenin...).

Aí, todo mundo embatucava. Ninguém sabia nada. E tentavam agir, mas só apareciam erros desastrosos e a incapacidade de organização concreta; mas tudo era desculpado pela arrogância de quem se achava na "linha justa". O povão era usado para a "boa" consciência, o povão era o salvo-conduto para a alma pacificada, sem culpas — o povão era nossa salvação.

Pensávamos: Um dia eles serão "homens totais", "sujeitos da História", enquanto os mendigos vomitavam no meio-fio — os que a gente chamava com desprezo de "lumpens".

O ponto de partida da incompetência é se sentir competente. A incompetência atual é competente como nunca. O homem "bom" do partido não precisa estudar nem Marx nem nada, apenas derramar sua "missão" para o povo. Administrar é coisa de burguês, de capitalista. E dá trabalho, é chato pacas examinar estatística, analisar contratos da PTbrás, tarefas menores, indignas de líderes da utopia.

Para eles, o Estado é o pai de tudo. Logo, o dinheiro público é deles, a empresa pública é deles, roubar é "desapropriar" a grana da burguesia.

Os petistas se sentem "bons". Eles são o "Bem", e o resto é ou massa de manobra, a massa atrasada, ou "elementos neoliberais da direita". Ser o Bem te absolve; é irresistível entrar para um partido assim.

Outra doença infantil (ou senil) é a permanência de (não riam...) Hegel nas mentes da esquerda. O filósofo que formou Marx continua nos corações petistas. Por esse pensamento, qualquer erro é justificável por ser uma "contradição negativa", ou seja, qualquer cagada (perdão) é o passo inicial para um acerto que virá, um dia.

Como escreveu o filósofo Carlos Roberto Cirne Lima em "Depois de Hegel", de 2006, Hegel tem a tendência muito forte de dizer que tudo que "é", a rigor, tinha que ser. Hegel diz que, para entender a História, é preciso afastar a contingência. Hegel vai provocar o grande erro de Marx de que a História é inexorável e que, portanto, a revolução comunista é um momento da História que necessariamente vai acontecer. Esse é o primeiro grande erro de Hegel. E Cirne Lima reclama: "Nenhum lógico lê nosso trabalho porque ele trata de Hegel, e nenhum hegeliano o lê porque é lógica".

Assim, organiza-se a burrice, a estupidez (falo do "id" petista), a negação de qualquer facticidade, a adoção só de ideias gerais, dedutivas, o desejo de fazer o mundo caber num ideário superado (aufheben). Daí a desconfiança no mercado, nos empreendedores, contra todos que trabalham indutivamente, com o mistério das coisas singulares no centro da sociedade civil, que eles veem como uma anomalia atrapalhando o Estado. Os esquerdistas se sentem parte de uma dinastia desde Stalin — as palavras e os conceitos ainda são usados. E, como no tempo do Grande Irmão, há o desejo de apagamento do sujeito, ou seja, nem a morte tem importância para sujeitos que viram objetos. Vide Coreia. Até o assassinato pode ser absolvido como uma necessidade histórica.

Um dia, um companheiro (que morreu há pouco) me disse: "Não tema a morte. Marx disse que somos seres sociais. O indivíduo é uma ilusão. Para o comunista a morte não existe". E eu sonhei com a vida eterna.

Essas são algumas das doenças mentais que estão levando o Brasil para um pântano institucional. Temos que nos salvar desse determinismo suicida.

Se houver a vitória de Dilma ou a volta de Lula, estaremos, como diria Hegel, fo&#dos — numa "contradição negativa" que vai durar décadas para ser "superada".

Fonte:  O GLOBO

 

Submit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to Twitter
Escrito por Publicado em BLOG

sidneiva

A partir desta quarta, dia 23 de abril, será deflagrada a greve dos educadores do Paraná; categoria formada por cem mil professores e funcionários de 2,1 mil escolas da rede pública do estado  por tempo indeterminado. 

A mobilização será histórica, e com direito há várias mobilizações em todas as cidades do estado. Inclusive com a ocupação do pátio da sede do executivo estadual em Curitiba. Os professores e funcionários prometeram acampar em frente ao Palácio Iguaçu,  o que deve gerar muita polêmica em Curitiba.

A rádio Cornéliio Procópio,  reproduz nesta quarta feira,  à partir das 8h, a entrevista com a presidente da APP Sindicato,  Sidneiva Gonçalves,  que explicará todos os detalhes sobre o movimento.

Resumo:

O magistério  deflagra a greve porque de acordo com a categoria o governo não cumpriu a palavra dada em negociações (a exemplo da não implementação dos 33% de hora-atividade no início do ano letivo de 2014) e adotou medidas que punem a categoria (como os descontos no auxílio-transporte).

Os educadores ainda cobram R$ 100 milhões relativos a avanços e progressões não pagos e o cumprimento da Lei Nacional do Piso, que prevê reajuste de 10,6% nos salários deste ano.

 

A seguir leia, os 13 pontos de pauta,  reivindicados pela APP-Sindicato:

 

1. 33% de hora-atividade - Nossa reivindicação histórica para a hora-atividade é de 50%. Queremos sua ampliação imediata para 33% e assim progressivamente. A hora-atividade tem que ser aplicada conforme a Lei 11.738/2008 (PSPN) a todos(as) os(as) professores(as) da rede, obedecendo a regulamentação da carreira de hora-aula de 50 minutos.

2. Piso Nacional - Este ano, foi anunciado, pelo Ministério da Educação (MEC), o índice de 8,32% de reajuste do Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN). A APP defende, porém, que o índice a ser aplicado seja o de 10,6%, defendido pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).

3. Reajuste dos(as) funcionários(as) - Queremos que o reajuste nos salários dos funcionários(as) de escola este ano seja conforme o índice do Piso Regional de 7,34%.

4. Pagamento de avanços em atraso - O governo deve mais de R$ 100 milhões aos(às) professores(as) e funcionários(as) em promoções e progressões, em atraso há um ano e meio. Neste valor estão incluídos os atrasados do PDE.

5. Concurso público - A APP reivindica a realização de novos concursos públicos para professores(as) e funcionários(as). O objetivo é que seja suprida a necessidade real da rede e que sejam realizados por universidades públicas.

6. Novo modelo de atendimento à saúde - O atual Serviço de Atendimento à Saúde (SAS) não atende às necessidades dos(as) servidores(as) públicos. É necessário avançar nas propostas construídas no debate entre o Fórum dos Servidores e o Departamento de Assistência à Saúde – DAS. É preciso garantir ainda a descentralizado e ampla cobertura de especialistas.

7. Cargo de 40 horas - Garantir a imediata realização de novas etapas, que inclua a Educação Profissional e Especial. Também, é necessário avançar no debate para aperfeiçoamento da proposta, tornando o decreto que regula a dobra em lei.

8. Alteração dos contratos PSS - Para conferir aos trabalhadores deste regime direitos trabalhistas, recebimento pela titulação, atendimento à saúde, participação em cursos de formação e contagem do tempo de serviço para efeito de avanço na carreira quando vier a ocupar cargo efetivo.

9. Enquadramento dos(as) aposentados(as) - Há anos a APP luta pelo enquadramento no Nível II da carreira conforme várias decisões judiciais. São os(as) educadores(as) que ao se aposentarem estavam no último nível da carreira. Novos níveis foram criados e estes ficaram estagnados, sendo enquadrados no nível I.

10. Porte de Escolas - É necessário que o atual Porte de Escolas, já apresentado pela Secretaria de Educação, seja revisto e melhorado. A nova regulamentação precisa atender efetivamente a demanda existente levando em consideração outros elementos que não só o número de alunos(as).

11. Hora-aula e hora-atividade para a educação especial - Apesar de a hora-aula (50 minutos) ser a realidade hoje para o cálculo da jornada dos professores da rede, nas escolas de educação especial, que funcionam via convênio com a Secretaria de Estado da Educação, ainda vige a hora-relógio. Lutamos para superar esta distorção e para garantir que todos(as) os(as) professores(as) que atuam na Educação Especial tenham direito ao mesmo percentual de hora-atividade dos demais educadores(as) da rede.

12. Infraestrutura adequada nas escolas - Há escolas, nas diversas regiões do Estado, que sofrem com a falta de infraestrutura, com instalações velhas, perigosas ou insuficientes. Garantir reformas e ampliações que atendam as demandas das escolas e que sejam considerados critérios pedagógicos e ambientais nas edificações escolares. Assegurar a climatização dos espaços da escola.

13. Pelo fim do desmonte pedagógico - A escola que queremos reafirma constantemente a educação como instrumento de formação ampla, de preparação das pessoas para a responsabilidade de construir coletivamente uma sociedade justa e igualitária. Na contramão da construção desta escola, o que vemos são políticas educacionais que investem em um discurso crescente de responsabilização da comunidade escolar, com foco especial na culpabilização do professor e na retirada de responsabilidade do Estado. A APP manifesta sua indignação ao desmonte pedagógico que vem acontecendo através da fragmentação das políticas educacionais aplicadas nesta lógica.

 

 Fonte Blog de Esmael Moraes. 

 

 

 

 

Submit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to Twitter
Escrito por Publicado em BLOG

onibus21

Após o acidente com um ônibus que tombou e matou oito pessoas na madrugada de segunda-feira (21), na região de Bandeirantes (32 Km de Cornélio Procópio), passageiros relataram que o veículo trafegava em alta velocidade. "O motorista estava correndo, em alta velocidade. Passava pelos carros e ia embora", afirmou a passageira Ana Soares dos Santos. "Quando eu vi, o ônibus estava tombando. Eu caí em cima da mulher que estava sentada ao meu lado. Ela estava dormindo e gritou 'o que é isso?', e eu expliquei que o ônibus tombou", conta a passageira.

Vinte e cinco passageiros ficaram gravemente feridos no acidente com um ônibus de turismo na BR-369, em Bandeirantes. Oito pessoas morreram e outras doze tiveram ferimentos leves. Os números foram informados pela empresa Giltur Viagens e Turismo, de São Paulo, responsável pelo veículo, no início da tarde de segunda. Ao todo, 47 pessoas estavam no veículo, entre elas dois motoristas, ainda segundo a empresa. O veículo foi fretado para uma excursão. Ele saiu de São Paulo para Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, na sexta-feira (18), e retornava de Foz para São Paulo na madrugada de segunda.

"Foi desesperador. Só ouvia gritos. As bolsas que estavam no maleiro caíram em cima das pessoas. Tentei ajudar algumas delas, mas não conseguia", conta a passageira. Ana disse que, logo após o acidente, começou a gritar pela filha. "Ela estava sentada no fundo do ônibus. Eu gritava por ela, mas ela não respondia. Depois, a encontrei fora do ônibus, caída no chão. Levei alguns cobertores e fiz um travesseiro, até os médicos chegarem", relata Ana.

A Polícia Civil iniciou as investigações sobre as causas do acidente. O delegado informou que o tacógrafo, aparelho que registra a velocidade do ônibus quando tombou, foi recolhido pela Polícia Rodoviária Federal e encaminhado ao Instituto de Criminalística, onde será analisado se houve excesso de velocidade. "Informações extraoficiais dão conta que o veículo estava a 105 km por hora, mas ainda será apurada essa real velocidade. Nós estamos aguardando, as testemunhas, as vítimas lesionadas, para, no inquérito, apurar eventual responsabilidade criminal", disse o delegado.

Feridos

Os feridos foram levados para hospitais de Bandeirantes e Cornélio Procópio. Dois deles permanecem em estado grave, conforme o delegado Michel Rocha de França Araújo, da delegacia de Bandeirantes, que investiga o acidente. Já os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico-Legal (IML) de Jacarezinho, também na região norte do Paraná.

O Instituto Médico-Legal informou que os corpos devem ser liberados somente após o reconhecimento da família. Segundo o IML, as vítimas fatais do acidente são sete mulheres, sendo uma adolescente de 13 anos e um homem.

Moradora de Embu-Guaçu (SP), Ana Soares dos Santos foi encaminhada a Santa Casa de Bandeirantes com ferimentos leves e liberada em seguida. Ela aguardava familiares que moram em Curitiba, para leva-la até Cornélio Procópio, onde a filha está internada.

Em nota, a empresa lamentou o acidente. "Sentimos muito pelas perdas, estamos prestando toda ajuda e auxílio que é possível no momento, nos solidarizamos com as famílias e daremos todo o apoio que for necessário", informou na nota.

(Redação G1)

Via Anuncifacil

Submit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to Twitter
Escrito por Publicado em BLOG

prefeitura-cornelio

O prefeito de Cornélio Procópio, Frederico Carlos de Carvalho de Alves, foi multado pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) em R$ 1.450,98 por causa da nomeação de um menor de idade para ocupar cargo comissionado no município, que ocorreu no dia 5 de março do ano passado.

Na época, Victor Felix Szytko Koch tinha 17 anos e foi nomeado para o cargo de chefe de Divisão, Fiscalização, Tráfego e Administração da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana.

Segundo o TCE, a nomeação feriu o princípio da legalidade e o Estatuto dos Servidores do Município de Cornélio Procópio. O dispositivo prevê idade mínima de 18 anos para ingresso nos quadros municipais. O TCE não aceitou o argumento da Prefeitura na defesa, de que o servidor estava, na época da nomeação, legalmente emancipado para atos da vida civil. A emancipação, no entendimento da Corregedoria-Geral do Tribunal, não torna o cidadão plenamente capaz de responder por seus atos na esfera penal.

Redação do Bonde      

Submit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to Twitter
Escrito por Publicado em BLOG

onibus

 

Viação Procopense pode entrar com uma ação milionária contra o município alegando não cumprimento de cláusulas no contrato.

Informações dão conta que a prefeitura ignorou os prazos existentes no contrato com a Viação Procopense  para fazer a proposta de renovação da concessão. Reza o contrato, que seis meses antes do término da concessão, a administração deveria iniciar as tratativas com a empresa concessionária.  Não havendo acordo, a administração terria o prazo de mais quatro meses para a nova concorrência.

A Viação Procopense alega que não foi oficialmente convocada, e o poder outorgante, (prefeitura) não promoveu os entendimentos visando a prorrogação contratual. Segundo apuramos, não há registro de proposta para a renovação com a empresa feita pela prefeitura de Cornélio desde janeiro deste ano. Sendo assim, há quem defenda que o contrato será renovado automaticamente.

Há algumas semanas atrás, em sessão ordinária da Câmara de Municipal foi levantada essa hipótese por parte do vereador Fernando Peppes(PMDB), com anuência dos demais vereadores. Eles entenderam que o contrato estava automaticamente renovado, e resolveram convocar o proprietário da empresa para explanação na tribuna livre.

Em entrevista a radio FM 104, o advogado, Professor de Direito, Ex - Prefeito e Deputado Federal, Dr. Oswaldo Trevizan, foi  taxativo em seu ponto de vista sobre o impasse. "Na esfera jurídica, tacitamente o contrato está renovado, o Poder executivo não efetuou propostas, perdeu o seu prazo contratual, automaticamente o contrato renovou-se. Aos que dormem a Lei não assiste..."

Dorival Bortoto proprietário da Viação procopense afirmou publicamente para toda a sociedade que existem seqüências de falhas da prefeitura que no decorrer dos anos, que tem prejudicado sensivelmente a empresa, cujo resultado reflete diretamente na degradação da empresa, conseqüentemente na qualidade dos serviços prestados para comunidade.

Outro ponto de suma importância é que o contrato determina que seja criado uma Câmara Tarifária, mediante um Decreto do Poder Executivo. O objetivo é regular, cuidar da vida econômica da Empresa e fixar os valores das tarifas. Ocorre que o contrato está vencendo, (julho deste ano) e os prefeitos não criaram a tal câmara.  As passagens estão defasadas há muitos anos.

Resultado: a empresa poderá recorrer de seus prejuízos através de uma ação judicial milionária contra o município. Não restando a menor dúvida, que como sempre, se não houver entendimento das partes,  o prejuízo será pago pelo contribuinte procopense.

 

 

Submit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to Twitter
Escrito por Publicado em BLOG

londrina

Um fato lamentável aconteceu neste domingo (13) na final do Campeonato Paranaense de Futebol, que foi disputada entre Londrina e Maringá.

Um jornalista da Rede Massa de Televisão, afiliada do SBT no Paraná, foi preso no intervalo da partida. O cronista esportivo Lourival Santos chamou o lateral Maicon Silva de "macaco" logo após o primeiro gol do Londrina, aos 26 minutos do primeiro tempo.

O xingamento teria sido ouvido pela repórter Monique Vilela, da rádio Banda B, que, bastante indignada, relatou o fato à polícia e também para os ouvintes da rádio.

O jornalista foi conduzido para fora do estádio, e até o fechamento desta matéria estava em uma delegacia de Polícia. Como o Londrina foi campeão, o jogador Maicon Silva está comemorando a conquista e ainda não foi prestar depoimento.

Já a repórter que relatou o caso, Monique Vilela, foi orientada pela Banda B a não dar entrevistas sobre o assunto. A rádio deve se pronunciar sobre o caso na segunda-feira (14). Outros jornalistas noticiaram o fato e garantiram que ele realmente aconteceu.

O título do Londrina foi transmitido pela RPC, afiliada da Globo no Paraná, que noticiou o fato prontamente. A Rede Massa ainda não se pronunciou sobre o caso.

Informções de natelinha

Veja o vídeo confirmando o caso

 

Submit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to Twitter

Publicidade

Comentários

  • Servidor 14/04/2014 02:46
    SINTO VERGONHA DE MORAR EM CORNÉLIO QUANDO HÁ ESSAS COISAS. MAS É FÁCIL RESOLVEWR, QUEM VOTAR CONTRA ...
     
  • Carol 12/04/2014 01:11
    Espero sinceramente que dessa vez seja realizado de forma honesta esse concurso! Sem favorecimentos de ...
     
  • Marilda 10/04/2014 21:30
    Que seja multado devido ao som tudo bem..mas fazer retirar o som do carro??? ridiculo.... isso nao ...
     
  • gordo 10/04/2014 15:18
    Então Sr. prefeito, explique porque o seu pupi Lúcio teve que chegar arrombando as portas....era caso ...
     
  • Jose antonio 09/04/2014 11:30
    O proximo vai ser a casa do artesão, quem quer apostar eles querem tomar tudo ali e liberar o espaço ...

Conteúdo