• 1
  • 2
  • 3
  • 4
O Sonho Acabou! Região Oeste festeja curso de Medicina da UFPR em Toledo; Reitoria recebe doação de terreno e visita área

O Sonho Acabou! Região Oeste festeja curso de Medicina da UFPR em Toledo; Reitoria recebe …

Depois da matéria da Rede Record, apontando desmando na saúde pública em Cornélio Procópio e a "inexplicável"  paralisação da obra do Hospital Regional,  os procopenses verificaram a veracidade das afirmações do repórter; "Toledo ficou com o Curso de Medicina da UFPR,  que viria para o nosso município"!  Aproximadamente 1200 pessoas prestigiaram, na quarta-feira (29), a sanção da Lei "R" N° 34/2015 que autorizou a doação oficial da área de 34.619,75 metros quadrados que abrigará o campus de Medicina da Universidade Federal do Paraná (UFPR) em Toledo. Promovido no Recanto Verde Eventos, o ato reuniu profissionais liberais, autoridades municipais e estaduais, prefeitos da região, representantes da Reitoria e do Campus da UFPR...

Reportagem da Rede Record denuncia desmando na saúde pública de Cornélio Procópio

Reportagem da Rede Record denuncia desmando na saúde pública de Cornélio Procópio

Na manhã desta sexta feira (31), a Rede Record de Televisão, publicou uma reportagem sobre as péssimas condições da saúde pública em Cornélio Procópio.  A equipe do programa "Paraná no Ar" retratou as condições do atendimento a saúde no município, inclusive com grande ênfase na paralisação do Obra do Hospital Regional. Revelando inclusive as promessas do Curso de Medicina para o município e a inviabilidade da conquista devido a paralisação obra !  De acordo com o Âncora da matéria,  o prefeito Fred Alves não foi encontrado pela equipe! "Em Cornélio Procópio, no norte do Paraná, o hospital regional da cidade está com as obras paradas. O prazo inicial para a conclusão da...

Sem antecipação salarial,  servidores públicos ficam na bronca no final de semana

Sem antecipação salarial, servidores públicos ficam na bronca no final de semana

Novamente o servidor público da prefeitura de Cornélio Procópio terá que atrasar os pagamentos de suas contas. Informações não oficiais dão conta que, o pagamento do salário dos servidores públicos municipais referente ao mês de Julho,  será feito,  no quinto dia útil do mês. Isto é na próxima sexta feira(07) de agosto. Se nossas fontes estiverem corretas , é bom os funcionários públicos irem se acostumando com a falta de dinheiro no fim  do mês,  pois o prefeito Fred Alves,  deverá repetir  medida de pagá-los no prazo  limite que exige a lei, também no futuro.   O que está sendo ventilado nos corredores da prefeitura, é que, devido ao corte de horas extras...

VERGONHA! Prefeitura nega apoio para crianças atletas na seletiva de Judô em Curitiba

VERGONHA! Prefeitura nega apoio para crianças atletas na seletiva de Judô em Curitiba

CONEXÃO CIDADANIA. A mãe de um atleta mirim , solicitou ajuda para nossa reportagem, pois a prefeitura de Cornélio Procópio, depois de 20 dias do pedido, negou ônibus para transportar as crianças,  até Curitiba para a disputa de campeonato que dará direito a Seletiva Brasileira de Judô .  A medida anunciada em cima da hora, frustrou as crianças, pais e a prórpia Associação procopense de Judô. De acordo com nossas fontes,  as crianças choraram de decepção quando ficaram sabendo que não teriam transporte para a viagem. É de conhecimento público os excelentes resultados que esta associação tem conseguido em competições de ambito nacional, sem contar com o apoio efetivo da...

ivanisite

 

 

 

 

baggio

 

 

radio104

Escrito por Publicado em BLOG

curso capa cn

Depois da matéria da Rede Record, apontando desmando na saúde pública em Cornélio Procópio e a "inexplicável"  paralisação da obra do Hospital Regional,  os procopenses verificaram a veracidade das afirmações do repórter; "Toledo ficou com o Curso de Medicina da UFPR,  que viria para o nosso município"! 

Aproximadamente 1200 pessoas prestigiaram, na quarta-feira (29), a sanção da Lei "R" N° 34/2015 que autorizou a doação oficial da área de 34.619,75 metros quadrados que abrigará o campus de Medicina da Universidade Federal do Paraná (UFPR) em Toledo. Promovido no Recanto Verde Eventos, o ato reuniu profissionais liberais, autoridades municipais e estaduais, prefeitos da região, representantes da Reitoria e do Campus da UFPR de Palotina e a população em geral.

Antes do evento, uma comitiva chefiada pelo reitor da UFPR, Zaki Akel Sobrinho, e pelo vice-reitor, Rogério Andrade Mulinari, acompanhada pelo prefeito Beto Lunitti e seu vice, Adelar Holsbach, visitou o prédio da Secretaria Municipal de Educação (SMED), as obras do Hospital Regional e o terreno cedido para a Universidade.

Zaki Akel Sobrinho destacou a infraestrutura que Toledo colocou à disposição da UFPR. "Visitamos a SMED, local que poderá abrigar um campus provisório para a nossa chegada aqui, porque é preciso de um tempo para construir nosso prédio próprio e definitivo. O espaço ofertado é excelente, pronto para uso, e nos surpreendeu, já que com pouca modificação poderá ser atender as nossas necessidades".

O reitor acrescentou que já foi firmado o convênio como Ministério da Educação (MEC) para a contratação de 60 professores e 30 técnicos administrativos, que irão trabalhar em laboratórios, biblioteca e outras dependências. "Para 2015, já teremos 20 professores e 10 técnicos. Iremos repetir estas contratações em 2016 e 2017 atingindo o total que nos é permitido pelo MEC neste momento".

Também já estão sendo reunidas as documentações para serem pactuados recursos para obras e equipamentos. "Em maio, teremos uma agenda no Ministério para tratar sobre estes assuntos, como áreas físicas que serão utilizadas, já que um campus próprio é muito importante. A primeira exigência do MEC era que o município cedesse uma área e em Toledo a comunidade se mobilizou, a Câmara Municipal de Vereadores foi parceira e em um tempo recorde – 20 meses desde a primeira reunião – nós já estamos prontos com todas estas etapas vencidas". Zaki finalizou agradecendo ao Governo Federal, que na gestão do ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, determinou que as universidades se expandissem. "Com isso, muitos projetos saíram da gaveta", concluiu.

Reitor agradece autoridades

Zaki agradeceu ainda ao ex-deputado estadual Elton Welter e à senadora Gleisi Hoffmann. Ambos tiveram papel relevante para a conquista, além do prefeito Beto Lunitti e sua equipe de governo. "Apresentaram-nos toda a situação do sistema de saúde de Toledo, que possui um planejamento em médio e longo prazo muito bom, um hospital sendo concluído e uma área para edificarmos nosso campus próprio. Isso é muito importante para quem almeja receber uma formação acadêmica em Medicina para que ocorram ações diretas com a comunidade". O reitor salientou ainda que, em seis anos a UFPR ampliou em 60% esta capacidade, fazendo valer o título de Universidade Federal do Paraná não apenas de Curitiba. "Fizemos muito pela interiorização com o fortalecimento do Campus de Palotina, ampliamos a atuação no litoral paranaense em Matinhos e Pontal do Paraná, e implantamos o Campus em Jandaia do Sul. Agora chegamos ao Oeste, mas precisamente em Toledo".

O vice-reitor da UFPR, Rogério Mulinari, afirmou que o momento é de felicidade. Mulinari falou sobre os avanços nos últimos seis anos, bem como pela interiorização com a criação de novos cursos nos Setores do Litoral e Palotina e no campus Pontal do Paraná, além do novo campus em Jandaia do Sul, com cinco cursos. "Agora chegamos a Toledo com um compromisso social, com a abertura do segundo curso de Medicina da UFPR em Toledo, no Oeste do Paraná".

O prefeito Beto Lunitti, de forma emocionada, agradeceu a todos os presentes e frisou a felicidade em ter a notícia da vinda da UFPR para Toledo. "Desde o primeiro momento nós acreditávamos e trabalhamos a perspectiva de um ambiente positivo e verdadeiro. Prevíamos que tudo começaria em 2016, mas isto já pode acontecer antes". O prefeito aproveitou o momento para reafirmar o momento histórico. "Neste segundo século de história da UFPR (a instituição foi implantada em 1912 e é a primeira Universidade Federal do Brasil) estamos escrevendo a primeira página com a abertura de um curso de Medicina fora de Curitiba". Beto Lunitti replicou o discurso do reitor ao frisar que no local serão formados profissionais médicos e de outras áreas da saúde, tornando Toledo uma referência na área de ensino e pesquisa, auxiliando na ampliação dos serviços de saúde municipais e regionais.

Durante o ato de sanção da lei, o vice-prefeito de Toledo, Adelar Hoslbach (Pelanka), afirmou que a vinda da UFPR para Toledo é fruto da soma de esforços de toda a comunidade. Pelanka disse ainda que esta convergência de forças esta explícita na cerimônia onde estavam presentes pessoas de todos os credos, cores e ideologias políticas. "Todos olhando para o futuro".

A secretária de Saúde de Toledo, Denise Campos, elogiou a conquista. "A confirmação da vinda das formações na área da saúde, a partir de um campus com este foco, sendo o primeiro deles o de Medicina, será fundamental para as ações de promoção, prevenção, reabilitação e manutenção de saúde. Toledo e toda a região ganham com isso", afirmou.

"Esta integração com a comunidade, papel que a Universidade tão bem executa, aliado ao atendimento à população e os programas de residências médicas, transformarão, em médio e longo prazo, a realidade da saúde regional". 

Comunidade destaca conquista

Esta afirmação foi compartilhada pelo médico da família, Fernando Pedroti, que na ocasião representou todos os servidores públicos municipais. "Sem dúvida, o momento é histórico por vários motivos, mas principalmente por esta proposta acadêmica, com foco na Atenção Básica. É um divisor de águas e nós estamos vivenciando este avanço", concluiu.

Outro profissional médico a destacar a relevância da ação foi o presidente da Associação Médica de Toledo (AMT), Leonardo Michaelis Schmidt. A vinda da formação em Medicina, segundo ele, reflete na qualificação da rede pública de saúde, mas também no setor privado.

Um futuro sonhado pela sociedade toledana, segundo relatou o presidente da Câmara de Vereadores de Toledo, Ademar Dorfschmidt. "Os vereadores não se furtaram do compromisso de dar celeridade a votação que aprovou a doação do terreno, pois sabemos que quanto antes tudo isso for tramitado, mais cedo teremos a possibilidade de oferecer aos nossos jovens uma formação acadêmica gratuita em Medicina".

Segundo o Gabriel Recalcatti, um dos candidatos a 1° turma de acadêmicos da UFPR, com a concretização da proposta o município e região ganham. "Desde que houve rumores sobre a vinda da UFPR, foi criada uma grande expectativa, não só pra mim, mas também para os jovens, ainda mais por ser um curso de Medicina, concorrido e desejado por vários".

Por Ricardo Morante (Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Toledo), com Aurélio Munhoz (ACS da UFPR).

 

Escrito por Publicado em BLOG

hospital regional

Na manhã desta sexta feira (31), a Rede Record de Televisão, publicou uma reportagem sobre as péssimas condições da saúde pública em Cornélio Procópio. 

A equipe do programa "Paraná no Ar" retratou as condições do atendimento a saúde no município, inclusive com grande ênfase na paralisação do Obra do Hospital Regional. Revelando inclusive as promessas do Curso de Medicina para o município e a inviabilidade da conquista devido a paralisação obra !  De acordo com o Âncora da matéria,  o prefeito Fred Alves não foi encontrado pela equipe!

"Em Cornélio Procópio, no norte do Paraná, o hospital regional da cidade está com as obras paradas. O prazo inicial para a conclusão da obra era de 2013 e a construção foi financiada pelo Governo Federal no valor de quase R$ 14 milhões, com um aditivo de quase R$ 2 milhões da prefeitura de Cornélio. Enquanto as investigações estão em andamento, os postos de saúde estão sobrecarregados."

Acompanhe o vídeo: 

 

 

Escrito por Publicado em BLOG

sem salário

Novamente o servidor público da prefeitura de Cornélio Procópio terá que atrasar os pagamentos de suas contas.

Informações não oficiais dão conta que, o pagamento do salário dos servidores públicos municipais referente ao mês de Julho,  será feito,  no quinto dia útil do mês. Isto é na próxima sexta feira(07) de agosto.

Se nossas fontes estiverem corretas , é bom os funcionários públicos irem se acostumando com a falta de dinheiro no fim  do mês,  pois o prefeito Fred Alves,  deverá repetir  medida de pagá-los no prazo  limite que exige a lei, também no futuro.  

O que está sendo ventilado nos corredores da prefeitura, é que, devido ao corte de horas extras no setor de R.H  (Recursos Humanos), estaria faltando gente para fechar a folha de pagamento. Esta versão ainda não está confirmada. 

Por outro lado, o prefeito teria nomeado mais três cargos de confiança, uma pessoa para o setor da Epidemiologia e mais dois assessores para a Garagem. Aí fica difícil!  

Escrito por Publicado em BLOG

tamba e alunos

CONEXÃO CIDADANIA. A mãe de um atleta mirim , solicitou ajuda para nossa reportagem, pois a prefeitura de Cornélio Procópio, depois de 20 dias do pedido, negou ônibus para transportar as crianças,  até Curitiba para a disputa de campeonato que dará direito a Seletiva Brasileira de Judô .  A medida anunciada em cima da hora, frustrou as crianças, pais e a prórpia Associação procopense de Judô. De acordo com nossas fontes,  as crianças choraram de decepção quando ficaram sabendo que não teriam transporte para a viagem. É de conhecimento público os excelentes resultados que esta associação tem conseguido em competições de ambito nacional, sem contar com o apoio efetivo da prefeitura. "As crianças treinaram duro durante meses , mesmo sem férias, e estão decepcionadas disse o professor.  

ACOMPANHE O RELATO 

"Venho através deste, solicitar humildemente sua ajuda para que divulgue uma situação que estamos vivenciando junto a Associação Procopense de Judô.

Explico: Como é de conhecimento de todos, na academia treina varias crianças que são preparadas para disputar campeonatos à nível regional, estadual e nacional. O único auxilio que se tem da prefeitura é o empréstimo do barracão em estado de miséria, onde as crianças treinam.

O professor Tamba, se desdobra e se submete a dar as aulas por um valor simbólico de R$45,00 por criança (aquelas que podem pagar). Aproveito para convidar você e quem mais interessar ir até a academia conhecer a realidade do local, só não vão dia de chuva, pois inunda tudo por lá, impossibilitando os treinos.

Enfim...mesmo com tantas limitações, o Judô Procopense tem colhido muitos frutos para nossa cidade, tantos que não saberia citar todos nesse momento.

Mas dia 01/08 (sábado) sete atletas, sendo eles das categorias sub 9, sub 11 e sub 13, estão com inscrições feitas, onde cada um pagou do próprio bolso, o valor de R$45,00 para disputar em Curitiba o Campeonato Paranaense de Judô, onde as crianças vencedoras, serão selecionadas para disputar a Seletiva do Brasileiro de Judô.

A expectativa dessas crianças é grande demais, treinaram duro durante todo o mês, muitas delas tiveram que fazer um controle rigoroso de peso e tudo mais. Há 20 dias, foi protocolado junto a prefeitura, uma solicitação de transporte dessas crianças de idade entre 8 a 12 anos juntamente com um responsável até a cidade de Curitiba para que elas representem nossa cidade.

Detalhe: Todas as vezes que a prefeitura disponibilizou transporte para os atletas da academia disputar qualquer campeonato, os pais se responsabilizam por pagar a diária do motorista, acomodação e alimentação. Mas, desta vez, desta vez fomos surpreendidos com uma resposta NEGATIVA da prefeitura, onde sua justificativa é de não ter ônibus disponível.

Ora, essa resposta veio às 16h, véspera da viagem, sem se importarem nem um pouco com o psicológico dessas crianças que se prepararam e que com toda certeza estão aptas pra trazerem varias medalhas para cidade.

Achei uma falta de respeito sem fim, por parte dos administradores de nossa cidade. Agora os pais, estão todos desesperados para tentarem arrumar um jeito de levar seus filhos para essa competição importante em Curitiba.

Você poderia dar um "alerta" para nossos políticos? Nossa esperança é que alguém se sensibilize e volte atrás da decisão e nos forneça um transporte para que as crianças possam disputar o campeonato.    

Escrito por Publicado em BLOG

Anuncifacil IMG 3630

De acordo com o soldado Córdova da Polícia Militar de Cornélio Procópio, atendendo uma solicitação por volta das 22h15 de quinta-feira (30), que informava que três meliantes estariam usando tinta spray para danificar a pintura das fachadas e muros de estabelecimentos nas proximidades da unidade dos Correios na área central cidade, ele e seu companheiro de farda, o SD Desidério foram até o local, mas a princípio só constaram o fato, os autores do vandalismo já haviam se evadido.

Segundo o policial militar, seguindo em diligência pela área central, sabendo as características do porte físico e as roupas que os meliantes usavam, eles foram logo encontrados e devidamente abordados, sendo eles um maior de idade e dois menores, todos com passagens por dano ao patrimônio e vandalismo, ao serem flagrados praticando pichações em muros e paredes de estabelecimentos pela cidade em outras ocasiões.

Com o grupo, os PMs apreenderam várias latas de tinta em spray, inclusive algumas que ainda não tinham sido usadas, além de um pequeno rolo, um pote de plástico e uma lata de tinta na cor preta.

Questionados sobre a pichação que acabara de ocorrer, o grupo assumiu o ato, afirmando que "registraram a sua arte" em apenas dois lugares, na fachada do antigo Banco Sicredi e o prédio da faculdade FAKCEN, mas acredita-se que eles danificaram outros edifício, pois a PM vem registrando tais atos de vandalismo durante toda a semana.

De acordo com o SD Desidério, as letras da palavras que eles pintaram nas paredes do prédios momentos antes, são idênticas das registradas pela PM durante a semana, indicando que o grupo vem agindo na área central há dias.

geralpixação

Diante do fato, o maior de idade recebeu voz de prisão e os menores foram apreendidos, seguindo o grupo para o devido procedimento legal.

Na sede da PM, para onde foram levados, um dos acusados, de nome Cláudio, maior de idade, se justificou afirmando que pichação não é um delito tão grave, sendo uma forma de arte feita na rua, onde o "artista" tenta transmitir algo para a sociedade, que não procura entender o real sentimento do autor da "obra".

Admitindo ser um erro danificar os prédio públicos e particulares, Cláudio, que também disse ser um esqueitista, afirmou que deveria ter um local propício para os jovens poderem manifestar a sua forma de arte na cidade e tal local poderia ser cedido pela prefeitura, contatando também com o apoio de toda a comunidade.

Reportagem de Reginaldo Tinti

Texto Enio Trevisani

Escrito por Publicado em BLOG

sequessm30 1

Um menino de apenas nove anos de idade quase foi vítima de um sequestro na quarta-feira (29), em um dos quarteirões da Rua Laura Merchione Spagolla em Santa Mariana (12 Km de Cornélio Procópio).

O fato ocorreu por volta das 12h15, no momento em que o garoto estava bem próximo à sua casa. Ele voltava da escola quando foi abordado por um homem que estava em um carro preto, usando boné vermelho, barba serrada e com dois piercing no lábio superior.

O suspeito chegou a conversar com a vítima pedindo para que o mesmo entrasse no carro para uma carona. Muito esperto, a vítima pressentiu o perigo e notou que algo estava errado. Foi aí que saiu correndo rumo à residência da família, a quase cem metros do local onde foi abordado.

Após chegar em casa desesperado, a criança relatou o que havia acontecido aos pais, que imediatamente seguiram atrás do veículo com as características citadas acima, mas sem sucesso.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal – unidade Cornélio Procópio) foi informada do fato, mas não há, até o momento, nenhuma informação se um veículo com tais características havia passado pelo posto de fiscalização.

Um boletim de ocorrência foi registrado.

As polícias civil e militar fizeram diligências pela cidade durante todo o dia e noite de quarta feira em busca do suspeito e continuam acompanhando caso de perto na quinta (30), no intuito de elucidar mais este caso.

Vale destacar que casos como esse vêm ocorrendo com certa frequência na região. Pais e parentes, principalmente de crianças, devem ficar atentos a qualquer indivíduo, veículo ou movimentação estranha em sua rua ou bairro.

A Polícia Militar à disposição da comunidade através do 190. (Reportagem de Henrique Alberine)

Via Anuncifacil

Escrito por Publicado em BLOG

santana do cariri

A prefeita, o vice-prefeito e os secretários municipais de Santana do Cariri receberão a remuneração com valor reduzido já no mês de julho

Os salários de cargos da Prefeitura de Santana do Cariri, município localizado a 558 quilômetros de Fortaleza, foram reduzidos em 25%. A prefeita, o vice-prefeito e os secretários municipais receberão a remuneração com valor reduzido já no mês de julho.

O decreto 2406001/2015, do dia 23 de julho de 2015, estabeleceu a redução do salário de tais cargos, com objetivo de enxugar os gastos públicos. A prefeita Daniele de Abreu Machado é a responsável pela medida.

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, além dessa medida, o decreto prevê a redução de 30% das verbas destinadas a gastos com telefonia e 20% com gastos de água e energia.

"Se não tivesse tomado essa atitude, com a pouca arrecadação, não teria verba para pagar as contas em dia. A princípio teve uma resistência [com relação ao decreto], mas depois que a população tomou conhecimento que a redução ia ser benéfica com a diminuição dos gastos, compreendeu e apoiou", explica a assessoria.

Também fica vetado adiantamento de salário a funcionários, para pagamento de despesas de pequeno valor, com fundo das secretarias municipais. Contratação de transportes escolares secundários e afastamento de servidores para cursos ou estudos ficam suspensos até dezembro do corrente ano, além de licenças para tratar de interesses particulares que exijam substituição remunerada pelo município, exceto por motivos de saúde, bem como horas extras. Diárias e passagens só serão liberadas em casos excepcionais.

Ainda estão proibidas até dezembro nomeação de servidores para cargos efetivos ou cargos de confiança e ampliações de carga horária.

Tribuna do Ceará

Escrito por Publicado em BLOG

dilma 15

A presidente Dilma Rousseff sancionou a lei que estende a atual política de reajuste do salário mínimo até 2019. Resultado da aprovação da Medida Provisória 672, o texto está publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 30, e, como já anunciado, veio com veto à extensão da regra aos benefícios e aposentadorias pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Pela política sancionada, o salário mínimo continuará sendo reajustado com base na correção da inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de um ano antes, mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores.

Ontem, o governo antecipou que iria vetar o reajuste aos aposentados vinculado ao mínimo. A extensão da regra, incluída pelos parlamentares durante a tramitação da medida provisória, foi aprovada pelo Congresso no início deste mês. O ministro de Aviação Civil, Eliseu Padilha, um dos responsáveis pela articulação política do governo, disse que "esta conta é impagável" e "a solução é vetar". "Não tem outra saída", informou ontem. Segundo a Previdência Social, se fosse mantida, a medida geraria um gasto extra estimado em R$ 9,2 bilhões por ano.

Nas razões do veto enviadas ao Congresso, o governo justificou que a ampliação da regra do mínimo violaria disposição constitucional que veda sua vinculação para qualquer fim. O governo alegou ainda que o veto não retira a garantia, também constitucional, de que nenhum benefício do INSS poderá ter valor mensal inferior ao salário mínimo. "Ao realizar vinculação entre os reajustes da política de valorização do salário mínimo e dos benefícios pagos pelo Regime Geral de Previdência Social - RGPS, as medidas violariam o disposto no art. 7º, inciso IV, da Constituição. Além disso, o veto não restringe a garantia constitucional prevista no art. 201, ? 2º", argumentou Dilma.

Escrito por Publicado em BLOG

hospital londrina

O pedreiro acompanhava a mulher, que passava mal, e acabou quebrando o acrílico de um dos guichês de atendimento do hospital. Ele foi preso e teve que pagar fiança; a mulher voltou para casa sem atendimento

Depois de esperar por cerca de nove horas pelo atendimento da mulher, doente há quase uma semana, um pedreiro perdeu a paciência e acabou quebrando parte do acrílico que separa os pacientes dos funcionários de um dos guichês de atendimento do Hospital da Zona Sul (HZS), em Londrina, no Norte do Paraná. O caso ocorreu na madrugada desta quarta-feira (29), e é reflexo do atendimento precário do sistema público de Saúde. Luis Augusto Bernardo, de 28 anos, chegou a ser preso, mas foi liberado após pagar fiança de um salário mínimo. A mulher dele, Odineia Mendes Furtuoso Bernardo, 38, voltou para casa sem ser atendida e continua passando mal.

O caso começou na quarta-feira passada (22), quando Odineia teve tosse, febre e falta de ar. Ela mora no Jardim União da Vitória, na zona sul, e trabalha como zeladora na Gleba Palhano. Ela ainda suportou os sintomas por mais alguns dias, quando foi ao HZS buscar atendimento. No domingo (26), após a triagem, Odineia foi atendida em cerca de 10 minutos.

"Foi rápido, me atenderam bem. Fizeram exames e um raio-X que identificou um princípio de infecção no pulmão. A médica me passou dipirona e um outro remédio para tratar da infecção em casa. Só que atacou o meu estômago, e não consigo comer nem beber nada que acabo vomitando. A médica disse que se eu não passasse bem era para voltar para lá. Foi o que eu fiz", contou a zeladora.

"Se dependesse do Estado, hoje meu marido ainda estaria preso e eu estaria lá naquela sala esperando atendimento", disse a zeladora Odneia Bernardo

Ela e o marido voltaram ao HZS na noite de terça-feira (28), por volta das 19 horas. Na triagem, que separa os pacientes por quadro de gravidade de acordo com critérios estabelecidos pela equipe de enfermagem, Odineia foi classificada como sendo uma paciente em estado "verde" – como nos semáforos de trânsito, os casos são divididos em "vermelho" para os graves, "amarelo" para os intermediários e "verde" para os mais simples.

Ao JL, Odineia confirmou que disse à enfermeira estar passando mal após tomar a medicação receitada pela médica que prestou o primeiro atendimento, no domingo. Mas mesmo com fortes dores de estômago e vômito, três horas se passaram até que ela fosse perguntar pela primeira vez quanto tempo demoraria até ser atendida.

"O porteiro deixou que eu entrasse e fosse falar com a enfermeira. A chefe das enfermeiras foi muito mal educada. Quando fui explicar o meu problema, ela me disse bem grossa que era para esperar lá fora. 'Aqui a gente está atendendo só caso de urgência', ela me disse. E o meu caso, era o quê? Eu estava passando mais mal com o remédio que me foi receitado", reclamou.

Revolta
Às 3h30 da madrugada, o marido de Odineia foi questionar ao funcionário que havia feito a ficha se a mulher ainda seria atendida. Ao ouvir que ninguém lá dentro poderia fazer nada, Bernardo teve um acesso de fúria e acabou dando um murro na peça de acrílico. Ato contínuo, os funcionários do HZS chamaram a polícia, que acabou prendendo o pedreiro.

"Já chegaram falando que ele tinha depredado um patrimônio público e que iria preso. Perguntei para o policial se ele não ia ouvir os dois lados, por que o meu marido ficou tão irritado a ponto de quebrar tudo lá. O policial virou para mim e disse que se eu ficasse 'boquejando' iria presa também. Tivemos que ligar para os vizinhos, acordar o pessoal e conseguir o dinheiro da fiança. No final das contas, eu voltei ao hospital porque a médica disse para fazer isso se estivesse passando mal, fiquei lá por quase nove horas com fome e com frio, voltei com as mesmas dores e meu marido ainda foi preso", desabafou.

A reportagem entrou em contato com o 5º Batalhão da Polícia Militar e foi informada que não há registros sobre a ocorrência.

"Às vezes demora um pouco mais"
A reportagem procurou a direção do Hospital da Zona Sul atrás de explicações para o caso. Por volta das 10 horas, o diretor-geral da unidade, Aparecido José de Andrade, disse ainda não ter tido ciência total da ocorrência. A superlotação da unidade, que estaria com 93 pacientes além da capacidade máxima na noite de terça-feira, seria uma das causas da demora no atendimento. Nesta manhã, eram 22 pacientes a mais do que o hospital pode atender.

"Todos os pacientes que derem entrada no hospital vão ser atendidos. Só que alguns vão ser atendidos primeiro, como são os casos de urgência e emergência. São pacientes que estão em risco de vida, e precisam desse atendimento prioritário. Às vezes, demora um pouco mais para os pacientes menos graves, mas são casos pontuais", explicou.

Andrade disse à reportagem que não existe a possibilidade de liberação dos pacientes até que eles sejam atendidos, mas que os funcionários podem encaminhar aqueles em estado menos grave a outras unidades de saúde. "O enfermeiro fala 'estamos lotados, pode sentar e esperar que vai demorar'. Se o paciente quiser ir para a UPA, pode ir, mas voltar se demorar por lá também", informou. Não foi o que aconteceu com Odineia, que disse ao JL que em momento algum foi lhe dada essa opção. "Não sei se foi ou não feita essa orientação. Estou tomando pé da situação agora", disse o diretor.

Apenas dois médicos estavam em atendimento no Pronto Socorro do HZS na madrugada de terça. O número é suficiente, segundo o diretor do hospital, que justifica a falta de verbas para a contratação de mais profissionais. "Isso onera o hospital, ter um médico para atender essas situações que ocorrem a cada três meses. Um plantonista a mais te dá R$ 1,1 mil a mais por dia", justificou.

A explicação não convence a zeladora. "Como é que tem dois médicos só? Isso é má vontade, é falta de respeito essa falta de pessoal. Hoje eu vou com meu marido em outro lugar, acho que no PAM, para ver se consigo pelo menos trocar de remédio. Ou então vou chamar a ambulância do Samu, porque com essa falta de médicos só assim para ser atendido. Se dependesse do Estado, hoje meu marido ainda estaria preso e eu estaria lá naquela sala de espera, esperando atendimento", disse Odineia, segurando uma das três filhas no colo.

Parece ironia, mas no beiral da casa humilde, de frente para uma rua ainda sem asfalto, resta escrito à mão o nome do logradouro: Rua dos Médicos.

Fábio Calsavara, do Jornal de Londrina

Via Gazeta do Povo

 

Escrito por Publicado em BLOG

chuva de dinheiro fortuna milionario dinheiro caindo do ceu loteria megasena 1402338753112 956x500

Um apostador acertou as seis dezenas do concurso 1727 da Mega-Sena, sorteadas nesta quarta-feira (29) em Osasco (SP). Ele vai receber um prêmio de R$ 46.391.009,23, de acordo com a Caixa Econômica Federal. Os números sorteados foram: 04, 06, 19, 20, 40 e 41. Pela quina, 122 apostadores receberão R$ 37.224,08 individuais. Outras 8.814 apostas levarão R$ 736,05 individuais pela quadra.

Quina

Nenhum apostador acertou as cinco dezenas do concurso 3844 da Quina, sorteadas nesta quarta-feira (29) em Ipanema (MG). De acordo com a Caixa Econômica Federal, o prêmio acumulado para o próximo concurso deve chegar a R$ 2 milhões. A quadra teve 45 acertadores, que ganharão o prêmio individual de R$ 11.390,13. No terno, houve 3.725 ganhadores, que receberão cada um R$ 196,67. Os números sorteados foram: 04, 09, 52, 66 e 80.

Lotomania

Nenhum apostador acertou as 20 dezenas do concurso 1576 da Lotomania, sorteadas nesta quarta-feira (29) em Ipanema (MG). De acordo com a Caixa Econômica Federal, o prêmio acumulado para o próximo concurso deve chegar a R$ 2,2 milhões. Também não houve premiados na faixa de 0 acertos. Os números sorteados foram: 03, 20, 22, 23, 26, 27, 30, 36, 39, 40, 46, 47, 66, 67, 83, 84, 87, 95, 98 e 99. Na faixa de 19 acertos, seis acertadores levarão o prêmio individual de R$ 36.835,90. Com 18 acertos, 98 apostadores ganharão R$ 2.255,26 cada um. Em 17 pontos, 786 apostas foram premiadas com R$ 175,74. Outros 5.053 apostadores levarão R$ 27,33 por terem acertado 16 dezenas.

Gazeta do Povo

rodrigues

Publicidade

Comentários

  • miguel milanez dias 17/04/2015 09:16
    parabens pelo trabalho, isso irá ajudar em muito as entidades de nossa cidade
     
  • oliveira 06/04/2015 07:34
    Odairr gostaria de saber,a secretaria do esporte installado no clube do povo recebeu esta semana ...
     
  • OBSERVADOR DO TRÂNSI 23/03/2015 08:42
    GUARDA 24 HORAS OU LOGO ESTARÁ TUDO DESTRUÍDO.
     
  • Divonzir 18/03/2015 14:43
    Será que estes não estavam protestanto no domingo 15/03???
     
  • Renato 12/03/2015 20:22
    Isto é uma tremenda palhaçada!! Trata-se de dinheiro público que está sendo empregado; é um tapa ...

Conteúdo